Santa Catarina registra queda de 3,23% nos emplacamentos de junho de 2016 | Fenabrave SC – Regional Fenabrave Santa Catarina

Santa Catarina registra queda de 3,23% nos emplacamentos de junho de 2016

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores de Santa Catarina (Fenabrave-SC), entidade que representa 650 concessionárias de veículos de todo o estado, divulga o desempenho do setor automotivo no mês de junho de 2016.
As vendas totais de veículos tiveram queda de 3,23% em junho, comparativamente ao volume de maio de 2016.
Em relação a junho de 2015, houve uma queda de 22,89%, conforme levantamento da Fenabrave-SC. No total, 11.120 unidades, entre carros de passeio, utilitários leves, caminhões, ônibus e motos, foram emplacadas em junho de 2016. Os números do Brasil tiveram queda de 0,40% na comparação entre maio e junho deste ano.
Quanto ao segmento de motos, as vendas tiveram queda de 13,22% em junho, em relação ao mês anterior.
A frota circulante em Santa Catarina soma, hoje, 4.628.265 veículos, sendo que a maioria é de automóveis, em um total de 2.663.510.
No segmento de carros de passeio e comerciais leves, houve uma queda de 1,39% nas vendas de junho, comparativamente a maio deste ano. Segundo o levantamento da Fenabrave-SC, 8.209 automóveis e comerciais leves foram licenciados em junho de 2016.
De acordo com o presidente da Fenabrave-SC, Ademir Antônio Saorin as vendas de comerciais leves se destacaram em Santa Catarina por serem, junto com as vendas de caminhões um dos setores que tiveram aumento em junho em relação a maio, 6,75% e 12,11%. Destaque também as regiões da Grande Florianópolis e do Planalto Serrano que obtiveram, na venda total de veículos, aumentos respectivos de 0,78% e 1,20%. Porém a recuperação ainda é muito pequena para compensar as perdas acumuladas nos primeiros seis meses deste ano, situação esta que deve permanecer até a definição do cenário político do nosso país. “Percebe-se, apesar de tímido, uma melhora no índice de confiança das pessoas, o que deve aos poucos reverter a queda nas vendas, mas não acreditamos em grandes mudanças até que se defina o cenário político do Brasil”, declarou.

As projeções da nossa entidade indicam ainda para uma queda de 15,04% nas vendas gerais para este ano.

Desempenho por região
Na Região Norte, os números diminuíram 2,94% entre maio e junho, num total de 1.918 em junho contra 1.976 em maio. No acumulado do ano a queda chega a 24,47%.
A Região Oeste apresentou queda de 8,65% nas vendas, ao comparar com o mês anterior, sendo 1.616 em junho e 1.769 veículos registrados em maio. No acumulado do ano a queda de 2016 em relação a 2015 foi de 25,61%.
Na Região da Grande Florianópolis o resultado foi positivo. Houve crescimento de 0,78% em relação ao mês anterior, com 2.569 em maio contra 2.589 unidades em junho. No acumulado do ano a queda foi de 15,15%.
Na Região do Vale do Itajaí foram emplacados 5,48% veículos a menos em junho do que em maio, num total de 3.018 em junho contra 3.193 em maio. No acumulado de 2016 em relação ao acumulado de 2015 houve queda de 22,09%.
A Região Sul registrou queda de 0,74% em junho se comparado a maio, 1.474 contra 1.485 unidades. Houve também queda se comparado o acumulado de 2016 em relação a 2015 em 27,32%.

A Região do Planalto Serrano registrou crescimento de 1,20% nas vendas em relação ao mês anterior. Foram emplacados 505 veículos em junho e 499 em maio. Também com queda no acumulado de 2016 em relação a 2015 em 21,70%.

Discussion — No responses