Santa Catarina registra acréscimo de 9,06% nos emplacamentos de veículos automotores | Fenabrave SC – Regional Fenabrave Santa Catarina

Santa Catarina registra acréscimo de 9,06% nos emplacamentos de veículos automotores

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores de Santa Catarina (Fenabrave-SC), entidade que representa 547 concessionárias de veículos automotores de todo o estado dos segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões, tratores e máquinas agrícolas, motocicletas, e Implementos rodoviários, divulga o desempenho do setor automotivo no mês de outubro de 2020.

De acordo com o levantamento, as vendas de outubro de 2020 aumentaram 9,06% quando comparadas com o mês de setembro. Se computados todos os segmentos foram emplacadas 17.231 unidades em outubro contra 15.800 em setembro. Quando comparadas com outubro do ano anterior, houve queda de 8,37%.  No acumulado dos primeiros 10 meses de 2020 com o mesmo período de 2019, houve queda de 19,91%.

No segmento específico de automóveis e comerciais leves, houve acréscimo de 7,53%, sendo emplacadas 10.766 unidades em outubro 2020 contra 10.012 em setembro 2020. Quando comparamos o acumulado dos primeiros 10 meses de 2020 com o mesmo período de 2019 encontramos queda de 25,12%.

Quanto ao segmento de motos em Santa Catarina, as vendas tiveram acréscimo de 4,96% em outubro, em relação ao mês de setembro 2020. Foram emplacadas 3.109 unidades em outubro e 2.962 em setembro. Se comparadas com ao acumulado de 2020 em relação ao mesmo período de 2019 a queda foi de 15,57%.

 

A frota circulante em Santa Catarina soma hoje, 5.384.682 veículos, sendo que a maioria é de automóveis, em um total de 3.050.061.

Fonte Detran-SC

 

O Presidente da FENABRAVE-SC, Júlio Schroeder, comenta que o mês de outubro teve o maior volume de vendas do ano, demonstrando com isso que o mercado está em recuperação. As vendas de outubro foram 9,06% maiores do que as de setembro. Apesar desta boa notícia, as vendas acumuladas do ano registram grande retração em relação a 2019. A média mensal de emplacamentos em 2019 foi de 16.674 unidades e neste ano está em 12.923. Existe um longo caminho a ser percorrido para a recuperação das vendas e um grande trabalho está sendo feito para a manutenção do nível de emprego.

Na Região da Grande Florianópolis houve acréscimo de 14,57% em relação ao mês anterior, com 3.342 unidades em outubro de 2020 contra 2.917 do mês anterior. Já no acumulado do ano, a queda foi de 22,22%.

Na Região Norte, os números tiveram acréscimo de 7,76% entre outubro e setembro 2020, num total de 3.068 emplacamentos em outubro, contra 2.847 em setembro. No acumulado do ano houve queda de 19,32% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A Região Oeste apresentou acréscimo de 9,56% nas vendas de outubro ao comparar com o mês anterior, sendo 2.796 veículos emplacados em outubro e 2.552 em setembro deste ano. Houve queda de 17,52% se comparadas as vendas acumuladas dos primeiros 10 meses deste ano, com o mesmo período do ano anterior.

A Região do Planalto Serrano foi a única que registrou decréscimo. Foi de 3,39% nas vendas em relação ao mês anterior. Foram emplacados 655 veículos em outubro 2020 contra 678 em setembro. No acumulado do ano, em relação ao mesmo período do ano anterior, houve queda de 20,57%.

A Região Sul registrou acréscimo de 13,20% em outubro de 2020 se comparado a setembro, num total de 2.419 unidades contra 2.137. No acumulado do ano, em relação ao mesmo período do ano anterior, a queda foi de 21,79%.

Na Região do Vale do Itajaí foram emplacados 6,04% veículos a mais em outubro de 2020 do que em setembro do mesmo ano, num total de 4.951 em outubro contra 4.669 em setembro de 2020. Se comparado o acumulado de 2020 em relação a 2019, houve queda de 18,96%.

______________________________________________________________

Acompanhe, na tabela a seguir, os dados de emplacamentos de veículos NOVOS em Santa Catarina para cada segmento automotivo.

 

out-2020

Mais informações no site Fenabrave-SC: https://fenabravesc.com.br/assuntos-importantes/

Discussion — No responses