Emplacamentos de veículos crescem 21,91% no semestre em SC | Fenabrave SC – Regional Fenabrave Santa Catarina

Emplacamentos de veículos crescem 21,91% no semestre em SC

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores – Regional Santa Catarina (Fenabrave-SC) divulga o desempenho dos emplacamentos no mês de junho e do acumulado do primeiro semestre de 2018. De acordo com a entidade, foram vendidos 87.225 veículos no primeiro semestre do ano, entre automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros – o que representa crescimento de 21,91% na comparação com o mesmo período do ano passado. Isto significa que Santa Catarina está acima da média do crescimento nacional (o país registrou 12,37% de incremento neste período).

Apenas em junho, as 13.980 unidades vendidas representaram alta de 12,70% ante igual mês de 2017, mas o resultado, se comparado ao mês de maio de 2018, teve queda de 2,30%. Para o Presidente da Fenabrave-SC, Julio Schroeder, os resultados não foram melhores em função da greve dos caminhoneiros, que impactou, negativamente, nas vendas do mês de junho e nos índices de confiança dos investidores e consumidores. “Os impactos ainda devem se refletir nos resultados dos próximos meses”, alertou Julio Schroeder.

 

Automóveis e Comerciais Leves

Os segmentos de automóveis e comerciais leves, somados, encerraram o primeiro semestre com 60.854 unidades licenciadas, o que representa crescimento de 18,84% no comparativo com o mesmo acumulado de 2017. Considerando apenas o resultado de junho, as 9.879 unidades emplacadas representam 8,96% de crescimento em relação a junho do ano passado, e leva queda de 0,20% sobre maio deste ano.

 

Outros Segmentos

O mercado de caminhões registrou alta de 66,18% no primeiro semestre de 2018 sobre mesmo período de 2017, somando 3.189 unidades licenciadas. Em junho, os 593 caminhões emplacados representaram crescimento de 58,13% sobre idêntico mês de 2017, e aumento de 6,85% em relação a maio de 2018.

Apesar dos impactos negativos da paralisação dos caminhoneiros, realizada em maio, os dados mostram que o mercado de motocicletas cresceu 23,90% no primeiro semestre de 2018, ante o mesmo período de 2017, somando 16.052 unidades. Já em junho, como reflexo da greve, foram licenciadas 2.276 motos, registrando queda de 14,18% sobre o volume de maio deste ano, mas 17,68% acima das vendas registradas em junho de 2017.

Segundo Sérgio Zonta, Vice-Presidente da Fenabrave Nacional para os segmentos de caminhões e implementos rodoviários, houve um expressivo aumento nos níveis de financiamento, principalmente pela oferta dos bancos privados e ligados às montadoras, o que tem contribuído, significativamente, para esta retomada. “Além disso, verificamos uma queda acentuada na inadimplência e, mesmo com as recentes revisões do PIB, as perspectivas para o segmento continuam positivas, até, porque, a base de comparação com anos anteriores ainda é muito baixa”, comentou.

A frota circulante em Santa Catarina em junho contabilizou 4.929.410 veículos, sendo que a maioria é de automóveis, em um total de 2.824.320.

 

DESEMPENHO POR REGIÃO

A Região da Grande Florianópolis apresentou acréscimo em três comparativos de vendas: os emplacamentos do primeiro semestre do ano apresentaram aumento de 13,16% na comparação com o mesmo período do ano passado e também na comparação de junho deste ano, com junho do ano passado (9,16%). No comparativo das vendas entre junho/2018 e maio/2018 houve aumento de 0,57%.

A Região Norte cresceu em dois comparativos: no acumulado deste ano quando comparado ao mesmo período de 2017 (23,57%) e na comparação entre junho deste ano com junho do ano passado (13,25%). No entanto, na comparação entre junho/2018 e maio/2018, a queda foi de 5,22%.

A Região Oeste também apresentou acréscimo em duas comparações: no acumulado do ano se comparado ao mesmo período do ano passado (22,75%) e na comparação de junho/ 2018 e junho/ 2017 (12,80%). Já no comparativo de junho/2018 e maio/2018, a retração foi de 6,94%.

A Região do Planalto Serrano cresceu em três comparações: no acumulado do ano se comparado ao mesmo período do ano passado (17,82%), na comparação de junho/ 2018 e junho/ 2017 (14,14%) e no comparativo de junho/2018 e maio/2018, o aumento foi de 3,20%.

A Região Sul registrou aumento em três comparativos. O incremento nas vendas foi de 17,55% na comparação do acumulado deste ano com o do ano passado, aumento entre junho deste ano com junho de 2017 (16,76%) e aumento de 5,20%, entre junho/2018 e maio/2018.

A Região do Vale do Itajaí foi a região que mais cresceu no comparativo dos dois acumulados 2018/2017: o aumento foi de 30,33%. No comparativo entre junho de 2018 e junho de 2017 o aumento foi de 13,00%. A queda entre junho/2018 e maio/2018 foi de 3,98%.

 

Revisão das Projeções para 2018 – Nacional

Diante do novo cenário econômico brasileiro, afetado pela greve dos caminhoneiros e pelo início da Copa do Mundo de Futebol, a Fenabrave revisou, pela segunda vez, as projeções para o Setor da Distribuição de Veículos em 2018.

Considerando os emplacamentos de todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus e implementos, motocicletas, tratores e colheitadeiras), a entidade projeta, para este ano, alta de 9,8% sobre 2017, totalizando 3.420.259 unidades – considerado o cenário nacional. Anteriormente, a entidade estimava aumento de 13%.

A nova projeção da entidade para os segmentos de Automóveis e Comerciais Leves aponta para crescimento de 9,7% em 2018, chegando a 2.383.184 unidades. Em março, a entidade estimava que os segmentos cresceriam 15,2% no ano.

Com a revisão das projeções, o segmento de Caminhões deve registrar alta de 24,8% nos emplacamentos em 2018, atingindo 65.000 unidades. No início do ano, as projeções divulgadas indicavam crescimento de 17%.

A FENABRAVE projeta, para o segmento de Ônibus, retração de 4,1%, em função do ano eleitoral, o que reduz o total a ser comercializado para 14.480 unidades. Em março, a projeção era de 3,3% de crescimento.

Para Implementos Rodoviários, o novo índice de crescimento projetado é de 58,6%, com 40.615 unidades, contra 41% de alta, anteriormente prevista.

A entidade também está revendo a projeção para o mercado de Motocicletas que, com a retomada dos níveis de renda pelas classes C e D, que formam a maior parte dos consumidores de motos de baixa cilindrada, deve passar para 7,7% de crescimento, ante os 6,5% estimados anteriormente. Com a nova previsão, o total de motocicletas emplacadas deve chegar a 916.980 unidades.

Os segmentos de Tratores e Colheitadeiras, que não têm emplacamentos, devem manter estabilidade com relação ao ano passado. Por isso, a entidade manteve sua estimativa de crescimento no patamar de 0,24%, devendo totalizar 41.600 unidades.

 

Mais informações no site da Fenabrave-SC: www.fenabravesc.com.br/dadosdemercado
Texto Assessoria de Imprensa Fenabrave-SC
Karoline Gonçalves
DRT: 6113/SC

 

Guia de Fontes

A Fenabrave-SC disponibiliza abaixo uma lista de diretores e fontes em todas as regiões do estado. Os nomes listados a seguir estão à disposição para conceder entrevistas sobre os assuntos divulgados pela instituição e ainda podem auxiliar em pautas diversas relacionadas ao setor.

 

JOINVILLE
Julio Schroeder – Presidente
Toyoville Veículos (47) 2105 9900

 

BLUMENAU
Omar Laschewitz
Libertè Veículos (47) 3144 3144

 

ITAJAÍ
Osmar Nunes Filho
Marambaia Veículos (47) 2104 9999

 

CRICIÚMA
Renato A. Costa
Forauto Veículos (48) 3461 6000

 

FLORIANÓPOLIS
Nelson Fuchter Filho
Le Monde Veículos (48) 3954 4646

Discussion — No responses